Contact the Canadian Automotive Museum

 

 

99 Simcoe Street South
Central Oshawa, ON, L1H 4G7

(905) 576-1222

Since 1963 the Canadian Automotive Museum has preserved and shared the history of the Canadian automotive industry.

O CARRO NO CANADÁ

O carro no Canadá (1900-1945)

 Um automóvel McLaughlin e uma carruagem puxada por cavalos numa rua movimentada. Coleção do Museu Automotivo Canadense

Um automóvel McLaughlin e uma carruagem puxada por cavalos numa rua movimentada. Coleção do Museu Automotivo Canadense

 

Empresas canadenses independentes foram muito bem sucedidas nos primeiros anos do automóvel. As primeiras companhias eram originalmente empresas de carruagens e produziam “carruagem sem cavalos”, ou seja, carruagem com motor. Como parte do Império Britânico, o Canadá se beneficiava de uma taxa protecionista, que permitia que as empresas automobilísticas canadenses exportassem veículos para todos os países dentro do Império a uma tarifa mais baixa.

 Empresa de Carruagem Tudhope de Orillia, Ontário Biblioteca Pública de Orillia, OR_423.

Empresa de Carruagem Tudhope de Orillia, Ontário Biblioteca Pública de Orillia, OR_423.

Este sucesso durou apenas até que a Grande Depressão dos anos 1930 trouxesse uma profunda recessão econômica. As empresas automobilísticas canadenses não tiveram condições financeiras
suficientes para sobreviver à crise e não puderam competir com as fábricas americanas, que eram muito maiores. Como resultado, as empresas americanas passaram a dominar o setor automobilístico canadense.

 

O Tudhope-McIntyre de 1908 era produzido em Orillia, Ontário. Em 1908, a Empresa de Carruagem Tudhope formou uma parceria com a W.H. McIntyre de Indiana para produzir automóveis usando peças mecânicas da McIntyre.

 

 

 Linha de montagem na fábrica de McLaughlin em Oshawa, Ontario, 1908. Coleção Thomas Bouckley 0713, Galeria Robert McLaughlin.

Linha de montagem na fábrica de McLaughlin em Oshawa, Ontario, 1908. Coleção Thomas Bouckley 0713, Galeria Robert McLaughlin.

 

Em 1904, a Ford Motor Company do Canadá foi fundada em Windsor, Ontário. A Chrysler Corporation do Canadá também foi fundada em Windsor devido à proximidade da cidade com a
sua homóloga norte-americana de sucesso em Michigan.

 

A McLaughlin Motor Car Company, liderada por R.S. McLaughlin foi fundada em Oshawa, Ontário, em 1907, após sua primeira operação como empresa de transporte. Mais tarde, fundiu-se com a Chevrolet Car Company do Canadá para se tornar a General Motors do Canadá.

 

 

 

 

Fato curioso
Um cavalo galopando pode atingir 48 km/hora. O Tudhope-McIntyre de 1908 podia viajar nessa mesma velocidade. Qual você escolheria?

O carro no Canadá (1945 - Presente)

 

As empresas americanas estabeleceram fábricas de automóveis no Canadá para obter acesso ao mercado daquele país e evitar as altas tarifas de importação. A indústria expandiu-se nos anos 50
devido à prosperidade econômica do pós-guerra e à demanda dos consumidores. O museu possui exemplares desses carros fabricados no Canadá - como o Oldsmobile, de 1950, o Buick Special, de 1955 e o Buick Wildcat, de 1966 - muitos deles produzidos nas redondezas da fábrica da General Motors em Oshawa.

 Imagem promocional de um Meteor, 1959. Coleção do Museu Automotivo Canadense

Imagem promocional de um Meteor, 1959. Coleção do Museu Automotivo Canadense

 Os Studebakers foram produzidos em Hamilton, Ontário, de 1948 a 1966. Brochura Studebaker, 1954. Coleção do Museu Automotivo Canadense.

Os Studebakers foram produzidos em Hamilton, Ontário, de 1948 a 1966. Brochura Studebaker, 1954. Coleção do Museu Automotivo Canadense.

 

 

Muitos dos automóveis produzidos no Canadá eram versões modificadas dos modelos americanos só que projetados para o mercado canadense, que era menor. Esses veículos “canadensizados” eram anunciados como essenciais para o estilo de vida canadense, com viagens em família e aventuras de inverno.

O Pacto Automobilístico, firmado em 1965, permitia que carros e peças de automóveis circulassem livremente, sem impostos, entre o Canadá e os Estados Unidos. O acordo permitiu que filiais automobilísticas canadenses produzissem veículos para toda a América do Norte, aumentando grandemente a prosperidade da indústria no Canadá. O pacto, no entanto, deu fim à produção de carros exclusivamente canadenses.

Depois que o Pacto Automobilístico foi assinado, o Canadá aumentou as exportações de automóveis. Em 1967, o Canadá exportou 243.206 veículos para os Estados Unidos. África do
Sul, Venezuela e Peru também decidiram importar automóveis fabricados no Canadá. A maioria dos carros populares importados pelo Canadá naquele mesmo ano veio dos Estados Unidos,
Reino Unido, Alemanha, Japão, França e Suécia. Embora o pacto tenha sido dissolvido em 2001, o comércio de automóveis continua sendo uma das indústrias manufatureiras mais importantes do Canadá.

 Assinatura do Pacto Automotivo entre Canadá e EUA no rancho de Lyndon B. Johnson, Johnson City, Texas, em 15 de janeiro de 1965. Library and Archives Canada, PA-139787.

Assinatura do Pacto Automotivo entre Canadá e EUA no rancho de Lyndon B. Johnson, Johnson City, Texas, em 15 de janeiro de 1965. Library and Archives Canada, PA-139787.

Fato curioso
Um Toyota moderno possui mais de 30.000 peças. Isso inclui volante, faróis e até as porcas e parafusos que mantêm todo o carro unido!